A sua empresa é fiel ao seu cliente?

?????????
O sonho de toda empresa é ter clientes fiéis. Clientes que freqüentam o seu estabelecimento com constância, que preferem o seu produto ao da concorrência, que mantêm uma relação de amor com a sua marca e que fazem o boca-a-boca, indicando a sua empresa a amigos e familiares.

 

Mas todos nós sabemos que fidelizar clientes não é uma tarefa das mais fáceis (muito pelo contrário). Especialistas afirmam que, antes de mais nada, é preciso encantá-lo. Isso significa superar suas expectativas, oferecendo produtos e serviços superiores, que agreguem valor para o cliente. Para fidelizar um cliente é preciso conhecê-lo, analisá-lo e compreendê-lo. É preciso utilizar seus dados para desenvolver um bom relacionamento,oferecendo informação, bens e serviços que sejam de seu interesse.

 

Inúmeras são as estratégias que podem ser utilizadas no intuito de obter a fidelidade do cliente. É possível que você já tenha lido algumas dezenas de artigos cujos enunciados se assemelham a “os 7 passos para fidelizar o se cliente”ou “10 dicas para tornar o seu cliente fiel”.

 

Mas olhemos a questão de uma forma diferente. Imagine a relação entre a sua empresa e o seu cliente como sendo uma relação amorosa, e não comercial. Numa relação a dois, não basta você buscar a fidelidade do seu parceiro apenas lhe agradando, sendo gentil, dando-lhe presentes ou levando para jantar fora. Tudo isso é importante, mas não suficiente. A melhor maneira de você conseguir obter a fidelidade dele é se mostrando fiel a ele. É demonstrando o quanto você se preocupa, é mostrando-se disponível, é dando-lhe preferência. Aqui, a questão não é ganhar a fidelidade; é provar ser fiel.

 

A sua empresa tem agido dessa maneira com o seu cliente? O que a sua organização e os seus colaboradores tem feito, de fato, para demonstrar fidelidade ao seu cliente? A sua empresa tem dado a devida atenção – e importância – às queixas dos clientes? Tem, realmente, resolvido seus problemas? Tem dado preferência a ele ao invés de concentrar esforços na busca de novos clientes? Enfim, tem permanecido ao seu lado, na alegria e na tristeza?

 

O que temos visto é o oposto de tudo isso. As companhias estão ensinando seus clientes a abandoná-las. Preferem dedicar seu tempo, esforço e recursos na busca de novos clientes e ignoram os clientes já estabelecidos.

 

Minha dica: cuide bem do que é seu, ao invés de cobiçar a vizinha. Se você não é fiel a seu cliente, como pode desejar que ele seja fiel a você?

 

Os comentários estão desativados.

Voltar